quarta-feira, 5 de agosto de 2009

N.York 1º Dia - Parte 1

O Raiar do 1º Dia



O 1º dia comecei-o tirando fotos, como não podia deixar de ser, fica-se algo atordoada com o cenário de cor e altitude. Isto porque estive alojada em Times Square e ainda não se saiu do interior do hotel e já começa o bichinho das fotos tão impressionante é o que se vê de cima para baixo e já na rua de baixo para cima...



Sendo assim, manhã bem cedo, céu ainda meio encoberto, fui tomar um pequeno almoço higiénico mas bem gostoso no Café Europa bem no coração desta praça. De todos os locais onde fiz a experiência de tomar o pequeno almoço (Starbucks, Juniors, etc.), o Café Europa foi aquele que marcou pela simpatia, eficiência, qualidade e apresentação do produto(talvez tenha a ver com o nome do café!!!).


Depois do pequeno almoço, preparada para a descoberta de N. York, em pleno Midtown dirigi-me à 7ª avenida, onde tomei o autocarro em direcção à paragem da City Hall no Downtown.


Pelo caminho fui tomando o primeiro contacto com locais famosos como os armazéns Macy´s, o Empire State Building, Madison Square Garden, o famoso edifício dos Correios de N.York, o edifício Flatiron onde foi filmado o Homem Aranha,etc.





E aí, depois de passar os correios, eis-nos na paragem da City Hall, a Cãmara Municipal da cidade, com arquitectura do sec. XIX, situada junto a um lindo jardim e a edifícios famosos que datam das primeiras décadas do sec. XX, pioneiros dos arranha-céus futuros, como sejam o Municipal Building e o Woolworth Building.



A partir daqui, iniciei um percurso a pé em direcção à Ponte de Brooklyn. Aqui chegados fica-se a modos que derrotado e a pensar como foi possível construir uma ponte tão poderosa no sec. XIX!!!
Este foi o 1º grande local de atracção turística que escolhi para iniciar a descoberta de N.Y.
Percorri-a a pé em direcção a Brooklyn e de Brooklyn para Manhattan. Desta forma se pode apreciar esta obra monumental de engenharia e os cenários que dela se avistam.


Desde que foi acabada de construir em 1883, tornou-se um das imagens ex-libris de N.Y.
A sua construção teve como objectivo ligar Manhattan a Brooklyn, na altura duas cidades separadas pelo rio East. Era nessa altura a ponte suspensa mais comprida e mais alta do mundo, toda ela feita em aço. Projectada pelo engenheiro alemão Roebling, a ponte demorou 16 anos a ser feita e nela morreram 20 das centenas de trabalhadores que a construiram, incluindo o próprio engenheiro Roebling.


A ponte dispôe de uma faixa elevada para peões, toda ela em madeira. Os cenários no sentido Brooklyn Manhattan são deslumbrantes e imperdíveis com a ponta sul da ilha de Manhattan, os seus altos arranha-céus, o Woolworth Building, mais o cenário ao longe da Estátua da Liberdade e ainda outras grandes pontes nomeadamente a Manhattan Bridge com o cenário da Midtown ao longe.





Abandonada a área da ponte, que apesar de não se ver nas fotos, estava pejada de gente, especialmente turistas, em pouco tempo cheguei à área do "Ground Zero", local on se situavam as Torres Gémeas do World Trade Center.





Aqui se sente um ambiente algo perturbador. Apesar de a área estar já toda em construção para os novos edifícios do novo complexo, muitos são os turistas que aqui afluem. Pouco falam e apenas olham para o local com uma certa comoção. Percorre-se uma galeria de onde se pode avistar toda a área e no fim percorre-se um Visitor Centre, espécie de museu Tributo ao WTC. Aqui tudo o que se vê e lê doi, mas também se tem a oportunidade de apreciar o projecto do novo complexo que está a nascer, o qual inclui vários memoriais.
( a continuar...)

Texto e Fotos: Lu

5 comentários:

Alejandra disse...

Qué lindo, Lu! La verdad que las nuevas fotos de N.Y. son ta diferentes...
Todos los edificios quedaron baixinhos, sin WTC.
Besos desde Buenos AIRES

AC disse...

Olá, estive há dois anos em NY e adorei. Ao ler o teu post, parece que me tranporto de novo para essa viagem.
Gostava de saber em que hotel ficaste, aquela vista é magnifica. Na altura fiquei num pequeno hotel em Little Italy.
Cumprimentos, André

Vagamundos disse...

Lu, uma crónica de viagem que incita a vontade de fazer malas e apanhar o próximo vôo para a Big Apple.
Bjs

SMS disse...

A «capital do mundo» muito bem «retratada». Ficamos à espera do segundo dia.
Abraços

Viagens Lacoste disse...

Só me apetece dizer o que dizem aquelas t-shirts muito feias com um coração vermelho ao meio "I love NY".
Adoro NY, estive lá 15 dias por duas vezes, em 1991 muito novo e em 2005. Quero ir uma terceira obviamente.
Parabéns pelo blog.

Encontre aqui outras coisas

Pesquisa personalizada

Mapa


Ver Viagens da Luísa num mapa maior

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails